FOTOS: DIVULGAÇÃO/SSP-AM

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), por meio da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai), abriu, na terça-feira (09/01), o calendário de qualificação 2018 do setor com o curso Metodologia de Investigação e Produção de Inteligência Policial, que será certificado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). De janeiro até março deste ano, quatro cursos serão realizados pela Seai para o aperfeiçoamento de policiais civis e militares e agentes da Inteligência, com treinamento em todos os Distritos Integrados de Polícia (DIPs) de Manaus.

O reforço no programa de qualificações segue a determinação do governador Amazonino Mendes. “São cursos que priorizam a área de Inteligência para integrar e beneficiar todas as unidades policiais. Vários cursos serão aplicados aos profissionais para que eles possam produzir conhecimento para a atividade policial e fortalecer a metodologia de trabalho”, destacou o secretário de Inteligência, Herbert Lopes.

Em parceria com a Empresa Brasileira de Tecnologia (Digitro), o curso de Metodologia de Investigação e Produção de Inteligência Policial é voltado aos profissionais da Seai e ocorre na sede do Instituto Integrado de Ensino (Iesp) até o dia 11. O objetivo é capacitar os agentes no emprego estratégico da tecnologia da informação, nas atividades de inteligência e investigação policial. Estão participando 36 servidores, que serão multiplicadores do conhecimento, ressalta Lopes. “A ideia é, em seguida, replicar esse curso para a Polícia Civil”, disse.

Na segunda quinzena de janeiro, a Seai deve começar o treinamento da Oficina Guardião nas delegacias de Manaus, conforme orientação do vice-governador e secretário de Segurança, Bosco Saraiva. O Sistema Guardião é equipamento utilizado para cadastro e acompanhamento das ordens judiciais de quebra de sigilo telefônico e telemático. De acordo com Herbert Lopes, o aperfeiçoamento intelectual será fundamental para ampliar os resultados do combate à criminalidade.

Outra capacitação desenvolvida pela Seai é o curso de Introdução à Atividade de Inteligência, oferecido na modalidade à distância em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), que está com uma turma em aulas. Uma nova turma será aberta em março. “A intenção é produzir segurança pública e combater o crime organizado, integrando as forças policiais e qualificando todo o aparato policial do Estado”, frisou o secretário de Inteligência.

COMPARTILHAR