Fotos: Marinho Ramos / Semcom

Microônibus do transporte alternativo foram o alvo de uma fiscalização realizada pela Prefeitura de Manaus, por meio da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), na avenida Autaz Mirim, zona Leste, na tarde desta quinta-feira, 7/6. Fiscais de transporte verificaram a documentação e as condições de manutenção dos veículos.

Logo na primeira hora de operação, 87 veículos foram abordados, sendo dois apreendidos. As apreensões aconteceram por problemas na documentação e más condições dos pneus.

O superintendente da SMTU, Franclides Ribeiro, afirmou que a fiscalização faz parte de medidas adotadas pela Prefeitura de Manaus para melhorar a prestação do serviço de transporte Alternativo. “É determinação do prefeito, Arthur Neto, que a população tenha um atendimento de qualidade nos serviços de transporte, por isso estamos intensificando as fiscalizações. No caso dos Alternativos também está sendo elaborado uma licitação para ordenar o serviço”, informou.

Além dos fiscais da SMTU, participaram da operação agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) e policiais da Polícia Militar.

Atendimento

Para a dona de casa, Alcione dos Santos, 43, a população precisa desse tipo de fiscalização. “É ótimo que seja feita essa fiscalização, a população se sente mais segura e hoje eu descobri que existe um canal de denúncia. Assim eu fico mais tranquila. Acontecem muitos casos no transporte público que poderiam ser evitados, agora eu sei a quem recorrer”, disse.

Durante as abordagens os usuários foram orientados a procurar o Setor de Atendimento Comunitário (SAC), da SMTU para registrar reclamações. Denúncias também podem ser realizadas por meio de ligações no número 118, Whatsapp 98802-3504 e e-mail [email protected]

Mototáxi

Pela manhã, três motocicletas foram apreendidas no mesmo local por estarem realizando serviço de transporte de passageiros clandestino como mototáxi, elevando o número de apreensões de veículos irregulares para 409 desde janeiro deste ano.

COMPARTILHAR