FOTO: DIVULGAÇÃO/SEDUC

Participação nos eventos permitirá fazer diagnóstico da educação ambiental nas escolas do Amazonas

Uma transmissão via Centro de Mídias de Educação (Cemeam), na manhã desta terça-feira (20), marcou a mobilização de gestores e coordenadores regionais de educação para a participação na V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente e na Copa Verde. O evento foi promovido pela Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), por meio da Coordenação de Educação Ambiental.

A transmissão aconteceu no prédio do Centro de Mídias, na sede da Secretaria, no bairro Japiim, zona sul de Manaus, e contou com a participação da secretária adjunta pedagógica da Seduc, Ana Cassia Marinho; da articuladora do Ministério da Educação (MEC), Marinete Castro, e da diretora do Departamento de Políticas e Programas Educacionais (Deppe), Lafranckia Saraiva Paz.

A mobilização, segundo a coordenadora de Educação Ambiental da Seduc, Telma Prado, tem o objetivo de que todas as escolas da rede pública estadual participem dos eventos, possibilitando um diagnóstico da educação ambiental no Estado.

“A mobilização de hoje com a nossa secretária pedagógica é para mobilizar as escolas do interior. Todas as escolas tanto de 6º ao 9º ano (ensino fundamental), que vai ter um recorte para os delegados, como do ensino médio. A meta é o Estado do Amazonas atingir todas as escolas para que a gente tenha um diagnóstico com relação à educação ambiental dentro do Estado”, explicou.

A mobilizadora estadual da conferência do Ministério da Educação (MEC), Marinete Castro, afirmou que a participação de todas as escolas na conferência possibilitará aos Ministérios da Educação e do Meio Ambiente definir um panorama da educação ambiental no país.

“A partir do momento que todas as escolas participam, tanto o Ministério do Meio Ambiente quanto o Ministério da Educação terão um panorama do Brasil, como essas escolas desenvolvem a sua proposta de educação ambiental”, explicou Castro.

No Amazonas, a Seduc é responsável por planejar e executar a Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, juntamente com a Comissão Organizadora Estadual, formada por diversas entidades, tais como Secretaria Municipal de Educação (Semed); Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam); Coletivo Jovem; e Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema); Fundação Amazonas Sustentável (FAS); entre outras instituições.

A conferência acontecerá em etapas distintas. No período de 1º a 31 de março, será realizada a etapa estadual nas escolas da rede estadual, municipal e privada de ensino, que oferecem a modalidade de 6º ao 9º ano (Ensino Fundamental).

O tema da conferência deste ano, “Vamos cuidar do Brasil, cuidando das águas”, será trabalhada em uma abordagem estadual, com a temática “Vamos cuidar do Amazonas, cuidando das águas”. As etapas estadual e nacional da conferência estão previstas, respectivamente, para os meses de maio e junho, sendo que a etapa nacional acontecerá em Brasília.

A Copa Verde é um evento associado à conferência, em que estudantes que participaram na conferência na escola, farão uma redação com o mesmo tema abordado na conferência.

Ainda como parte da mobilização que a Seduc está fazendo para garantir a participação das escolas da rede estadual na Conferência e na Copa Verde, será realizada uma oficina pedagógica sobre como realizar a conferência nas escolas, as temáticas que deverão ser desenvolvidas, dentre outras orientações.

A programação acontecerá na quarta-feira (21), no Centro de Formação Profissional Padre José de Anchieta (Cepan), na Seduc, e será voltada a supervisores que atuam no interior do Estado e coordenadores pedagógicos.

 

COMPARTILHAR