OTO: DIVULGAÇÃO/SEDUC

Dando continuidade ao incremento do sistema de educação em tempo integral, a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) entregou, nesta semana, à comunidade do conjunto Manoa, bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus, a Escola Estadual de Tempo Integral (E.E.T.I) Maria do Céu. Na sexta-feira (29/06), apasta inaugurou o Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Pedro Falabella, no município de Urucará, localizado a 261 quilômetros da capital. Com isso são mais duas unidades de tempo integral na rede.

A unidade educacional do Manoa iniciou o ano letivo, nesta semana, depois de passar por uma reforma completa de suas instalações. A obra, que estava paralisada desde 2013, ganhou impulso na nova administração e foi concluída por determinação do governador Amazonino Mendes em tempo recorde. A comunidade escolar da área aguardava ansiosamente o início das aulas no complexo escolar, que só aconteceu graças ao empenho do governo em concluir a obra. “Nosso compromisso de entregar a escola à comunidade foi cumprido. A obra estava paralisada há muito tempo e ao assumir a pasta me comprometi, por determinação do governador, em iniciar as aulas neste ano e a missão está cumprida”, declarou o secretário de Educação, professor Lourenço Braga.

A escola está localizada na rua 5, s/Nº, conjunto Manoa, zona norte de Manaus, e atende 230 matriculados no Ensino Médio, na modalidade de tempo integral, e está equipada com 12 salas de aula climatizadas, laboratórios de informática e ciências, sala de professores, biblioteca, quadra poliesportiva coberta, auditório, sala da direção, secretaria, dentre outros espaços administrativos, além de estar completamente adaptada ao atendimento de pessoas com deficiência.

De acordo com o gestor da escola, professor Aldemir Almeida, o retorno das atividades da escola é uma conquista. “Para a comunidade e para todos nós, é uma grande conquista. A comunidade toda está muito feliz com a nova escola”, afirmou.

Histórico – Criada pelo decreto nº 10.208, de 27 de abril de 1987, a escola iniciou seus trabalhos atendendo ao ensino de 1º grau da 1ª a 8ª série, Educação Integrada e Alfabetização. A partir da década de 90, ocorreram mudanças estruturais na comunidade, que sofreu ocupações de terras, havendo acentuada procura de vagas, sendo necessária a ampliação em 1992.

A escola recebeu esse nome em homenagem à Maria do Céu Beça Vaz D’Oliveira, figura eminente da sociedade amazonense, muito dedicada às causas sociais.

Natural de Manaus, Maria do Céu nasceu no dia 1º de outubro de 1915. Participou de várias instituições e promoções de cunhos filantrópicos, tendo, inclusive, sido diretora do Hospital Dr. Fajardo, por longos anos da sua vida.

Prestou ajuda humanitária e material a Fundação Doutor Thomas, que cuida de idosos, ao Clube de Mães do bairro Petrópolis, na zona sul da capital amazonense, ao Lions Club, entidade filantrópica de relevância internacional, além da assistência espontânea a muitas outras instituições. Faleceu no dia 22 de maio de 1986, aos 70 anos de idade.

COMPARTILHAR