Foto: Divulgação Afeam

O  Governo do Amazonas, por meio da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) e Secretaria de Estado de Produção Rural e Sustentabilidade (Sepror), em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea), tiveram uma reunião, na manhã de sábado (9), com empresários, associações, produtores rurais e fruticultores do município de Rio Preto da Eva. O objetivo foi levantar as demandas deste público em um dos sete municípios com postos de atendimento da Afeam que pode demandar crédito durante todo o ano.

 Marcos Vinicius Castro, representante do acionista majoritário da Afeam, anunciou que o orçamento disponível para financiamentos em Rio Preto da Eva aumentou cerca de 120% em 2019. “Esse ano, a dotação orçamentária para o município é de R$ 900 mil, podendo ter flexibilização nesse valor. Estamos aqui para estreitar laços e contribuir com o desenvolvimento do Amazonas”, disse ele.

 Para Petrúcio Magalhães Júnior, secretário da Sepror, um dos grandes desafios para o novo governo é o fortalecimento do setor primário. “O desafio é implementar ações de diversificação da matriz econômica do Estado e não mais ficar dependentes apenas do modelo Zona Franca. O setor primário tem muito a contribuir”, afirmou.

 Em entrevista a uma rádio local, Marcos Vinicius destacou a parceria da Afeam com instituições como o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-AM), que promove qualificação aos clientes do setor secundário e terciário da Agência, e o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), que participa de todo o processo de seleção das pessoas que desejam ter acesso a um financiamento do setor primário.

 O presidente da Faea, Muni Lourenço, também disse estar atento às dificuldades dos produtores e que está buscando mais parcerias para fortalecer o sistema. “Nosso objetivo é ser um facilitador entre o produtor rural e as instituições financeiras. Nesse desafio de interiorização do desenvolvimento não podemos abrir mão de nenhum produtor rural, que é honesto e muitas das vezes fica inadimplente por motivos alheios à sua vontade”, pontuou ele.

 Ação itinerante de crédito – A Afeam, em parceria com o Idam e o Sebrae-AM, inicia as ações de crédito no interior do Estado na próxima segunda-feira, dia 11. Os primeiros municípios atendidos serão os da Calha do Alto Solimões: Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Tabatinga, São Paulo de Olivença, Amaturá, Santo Antônio do Içá, Tonantins, Jutaí e Fonte Boa. Os clientes do setor rural devem procurar as unidades locais do Idam.

COMPARTILHAR