Aparentando embriaguez e uso de entorpecentes, dois homens foram presos na manhã deste sábado (20/01) enquanto brigavam armados com faca, nas proximidades do Mercado Municipal Adolpho Lisboa, na Manaus Moderna, Centro, zona sul da capital. A confusão só não acabou em morte por causa da intervenção de policiais da Secretaria Executivo-Adjunta de Operações (Seaop), que negociaram a rendição e entrega de armas. Os dois tiveram ferimentos leves.

Os envolvidos na briga são Adriano Araújo Alves, 22, e Maurício Silva de Souza, 24, que está à disposição da Justiça respondendo, em liberdade, a um processo por furto. Segundo testemunhas ouvidas pela equipe de policiais, a briga teria sido motivada pela disputa por drogas. No entanto, nenhuma quantidade de entorpecente foi encontrada com os dois.

“Estávamos no ônibus de operações da SSP (Secretaria de Estado de Segurança Pública), que está aqui na região, quando ouvimos a gritaria e o tumulto vindo do mercado municipal. Percebemos dois elementos brigando, cada um portando uma faca. Eles começaram uma correria. Fizemos a intervenção técnica e o desarmamento. Eles se feriram levemente, mas não conseguiram avançar na briga até a morte. Evitamos um homicídio”, disse o delegado Walter Cabral, que conduziu a ação policial.

Os infratores foram ouvidos na base da Seaop, montada na região da Manaus Moderna, mas não quiseram esclarecer o que motivou o confronto. Eles foram conduzidos ao 24° Distrito Integrado de Polícia (DIP), nas proximidades, para a realização dos procedimentos legais.

Projeto Manaus Moderna – Desde novembro do ano passado, por determinação do governador Amazonino Mendes e do vice-governador e Secretário de Segurança, Bosco Saraiva, uma base fixa da Seaop foi implantada na Manaus Moderna, como parte do projeto de combate à criminalidade e reordenamento da zona comercial. Em janeiro deste ano, foi lançado o projeto Manaus Moderna, que cadastrou 450 guardadores de carros e carregadores de mercadorias da área.

Nesses meses de trabalho dos policiais da Seaop na Manaus Moderna, foram efetuadas 16 prisões, em flagrante, de pessoas envolvidas em delitos e cumpridos 22 mandados de prisão de foragidos do sistema prisional recapturados na área. Psicólogos e assistentes sociais do Departamento de Prevenção às Drogas da SSP-AM identificaram 53 pessoas com dependência química que serão encaminhados para tratamento terapêutico. Outras 67 deverão ser beneficiadas com cursos de qualificação profissional no Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam).

COMPARTILHAR