FOTOS: Divulgação / Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas.

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), sob o comando do delegado Rafael Allemand, titular da unidade policial, prendeu em flagrante, na tarde de terça-feira (9/1), por volta das 17h, Franquisly de Oliveira Fonseca, 31, por uso de documento falso e receptação.

De acordo com a autoridade policial, Franquisly foi preso na casa onde morava, localizada na Rua 22 de Fevereiro, bairro Gilberto Mestrinho, zona leste da cidade. O titular da Derfv explicou que eles chegaram até o infrator após receberem uma denúncia anônima, informando que o indivíduo estava tentando obter, junto ao órgão responsável, uma nova placa para utilizar em uma motocicleta roubada.

“Em seguida nos deslocamos até o local indicado e o abordamos. Foi quando Franquisly nos apresentou um documento falso do veículo que pretendia regularizar. Em ato contínuo fomos até a casa dele, onde encontramos uma moto com os sinais identificadores adulterados. A motocicleta original havia sido roubada no dia 3 de setembro de 2017, por isso ele foi conduzido à delegacia, onde foram realizados os trâmites legais”, declarou Allemand.

O titular da Derfv relatou que, em depoimento, o infrator argumentou que comprou a moto em questão de um desconhecido. Em consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), foi verificado que o infrator não possui passagem pela polícia.

Franquisly foi autuado em flagrante por uso de documento falso e receptação. Ao término dos procedimentos cabíveis na especializada, o infrator foi levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul da cidade.

 

COMPARTILHAR