John Cleiton Venera e Marcelo Balestrin, piloto e copiloto desaparecidos na última sexta-feira (30) e resgatados com vida na tarde dessa terça-feira (4), em região de mata, próximo à Serra do Mangaval, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, passaram por cirurgia.

A família de um deles informou ao ‘G1’ na manhã desta quarta-feira (5) que ambos estavam debilitados, mas o estado de saúde deles é considerado bom.

As vítima foram levadas para o Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG) e posteriormente transferidas para o Hospital Santa Rosa, unidade de saúde particular em Cuiabá.

Segundo o hospital, Venera e Balestrin chegaram conscientes, mas muito debilitados após passarem quatro dias na mata.

O piloto quebrou uma perna e o copiloto quebrou as duas, teve cortes no rosto e escoriações.

Acidente deixa ferido e interdita pista expressa da Marginal Tietê

As buscas começaram no sábado (1º) e foram feitas pela Força Aérea Brasileira (FAB), Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), Polícia Militar e Grupo Especial de Fronteira (Gefron).

A operação foi comprometida por conta da chuva e forte neblina que cercam a região da Baixada Cuiabana.

Ainda não se sabe o que provocou a queda. As vítimas prestarão esclarecimentos às autoridades quando estiverem em condição.

O avião de pequeno porte, prefixo PT-ICN, decolou da cidade de Pimenta Bueno (RO) com destino a Cuiabá. A aproximadamente 120 km da capital mato-grossense, a aeronave perdeu contato com órgão de controle.

COMPARTILHAR