Pessoas em situação de rua recebem serviços de cidadania durante ação no Centro de Manaus

Nesta sexta-feira (16/08), pessoas em situação de rua receberam serviços de cidadania durante uma ação integrada entre órgãos públicos e instituições. As atividades, alusivas ao Dia Nacional de Luta da População em Situação de Rua, fixado no dia 19 de agosto, aconteceram na Praça da Matriz, no Centro de Manaus. A ação foi organizada pelo Comitê Intersetorial de Políticas Públicas para a Atenção à População em Situação de Rua (CIPPR), do qual o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), faz parte.

Centenas de moradores de rua participaram das atividades, que incluíram cortes de cabelo, palestras sobre uso de drogas e distribuição de preservativos, roupas e kits de higiene. Além disso, as moradoras de rua puderam receber atendimento psicossocial no Ônibus da Mulher. A ação foi realizada pela Sejusc em parceria com a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria de Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), associações e grupos religiosos.

“É uma população que precisa ser vista. São pessoas que existem e têm histórias para contar. Esse momento de hoje é para trazer informação e dar visibilidade para essa causa”, enfatiza a titular da Sejusc, Caroline Braz.

Há 22 anos atuando diretamente no apoio à população de rua, a Comunidade Nova Aliança, da Igreja Católica, também esteve presente na ação desta sexta-feira. “Os moradores de rua têm seus direitos, que são violados e precisam ser restaurados. Na nossa comunidade, temos cadastrados aproximadamente 500 moradores só das ruas do Centro”, afirma Teo Menezes, representante da Nova Aliança.

Instituições – Fazem parte do Comitê de Políticas Públicas para a Atenção à População em Situação de Rua, as Secretarias de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), de Saúde (Susam), de Assistência Social (Seas), de Educação (Seduc), as Secretarias Municipais de Saúde (Semsa), da Mulher, Assistência Social  e Cidadania (Semasc), de Educação (Semed), a Fundação Doutor Thomas, o Consultório de Rua, a Casa Amine Daou, o Centro Pop, a Casa do Migrante Jacamim, o Conselho Estadual do Idoso, a Associação de Redução de Danos do Amazonas (Ardam) e a Pastoral da População de Rua da Igreja Católica.

Close