Pai morde bebê e diz que ‘surtou ao ouvir choro da filha’

 

Na tarde  de quinta-feira (19) Wilian dos Santos Domingues, de 23 anos, se entregou na Delegacia da Defesa da Mulher (DDM), após conversar que havia mordido a sua filha. A criança tem tem menos de dois meses, e está internada em estado grave em São José do Rio Preto (SP).

Lilian afirmou durante depoimento à Polícia Civil que surtou com o choro da criança e mordeu a filha diversas vezes. A Justiça já tinha decretado a prisão do suspeito, que estava foragido desde o dia do crime, registrado na sexta-feira (13), na casa do irmão dele.

Ele disse que estava cuidando da criança enquanto a mulher trabalhava. Em determinado momento, ele ligou para a esposa afirmando que estava surtado e passou a morder a criança de forma indiscriminada nas pernas, nádegas, membros superiores e inferiores e até a orelha”, diz a delegada Margareth Franco.

A avó paterna socorreu a criança e levou  para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Jaguaré. Wilian  permanece preso preventivamente.

Close