Foto: Roberto Carlos- Secom

Em 2018, o Governo do Amazonas vai investir mais de R$ 20 milhões diretamente no Festival Folclórico de Parintins, sendo R$ 3,5 milhões no trabalho de manutenção e reforma do Bumbódromo, que esse ano festeja 30 anos de sua construção. Além disso, mais R$ 20 milhões serão destinados para a recuperação do sistema viário do município, perfazendo quase 40 quilômetros de obras.

O governador Amazonino Mendes, na sua política pública de incentivo ao turismo e aos grandes eventos do estado, retorna a Parintins com um investimento merecido ao Festival Folclórico. Foi no primeiro governo de Amazonino Mendes (1987-1990) que as obras do Bumbódromo de Parintins tiveram início.

No total de investimentos diretos no Festival Folclórico, R$ 3,8 milhões serão destinados para a parte operacional e logística do festival, como sonorização, iluminação e segurança do Bumbódromo, nos dias 29 e 30 de junho e 1º de julho. Os bois-bumbás Caprichoso e Garantido receberão, cada um, montante de R$ 2,5 milhões do Governo do Estado para a produção do Boi de Arena.

As agremiações também irão receber uma verba adicional para o cumprimento de algumas demandas judiciais e acordos trabalhistas.  O governador Amazonino Mendes quer que os bois fiquem limpos e resolvam essa questão definitivamente. Será aberto uma mesa de negociações após o festival para tentar equacionar esse problema.

Entre as novidades desse ano, está o incremento das festividades que acontecem em paralelo ao Festival de Parintins, como a famosa Festa dos Visitantes, que este ano volta com força total. Todo esse investimento significa um maior fluxo de turistas e geração de emprego e renda na cidade. Trata-se de um investimento alto, mas com um retorno alto também. Isso deve gerar um montante de aproximadamente R$ 70 milhões diretamente na economia de Parintins.

Foto: Roberto Carlos- Secom

Segundo dados da Secretaria Municipal de Turismo de Parintins, o fluxo de turistas na cidade deve aumentar esse ano. Com mais de um mês antes do início do festival, a rede hoteleira da cidade já está com 70% de ocupação. Além disso, mais de 60% dos ingressos para as três noites do festival já foram comercializados.

A Operação Parintins 2018 vai envolver 15 secretarias estaduais, com mais de 1.200 servidores. Somente na área da segurança pública, que incluí Polícia Militar do Amazonas e Corpo de Bombeiros do Amazonas, serão 500 servidores atuando no festival.

A ação do Governo do Estado começou bem antes do festival, com o trabalho de treinamento do pessoal envolvido na recepção dos turistas em Parintins, além de uma ampla divulgação da festa durante a participação do Amazonas em importantes feiras de turismo nacionais e internacionais.

Entre as obras de infraestrutura programadas para Parintins, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), está a recuperação do sistema viário da cidade. O trabalho será executado em 13 bairros da sede do município, com ações previstas também na extensão urbana das estradas do Aninga, Parananema e Eduardo Braga. Ao todo, serão 39.380,11 metros lineares de obras.

Serão beneficiados, além das ruas do centro de Parintins, os bairros de Castanheira, Djard Vieira, Francesa, Itaúna II, João Novo, Palmares, Paulo Correa, Santa Clara, São Benedito, São José, União e Vitória Régia, com ações em mais de 100 ruas. Está prevista a realização de serviços de terraplanagem, pavimentação e sinalização das ruas. A pavimentação será feita com CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente), que apresenta maior durabilidade.

Por meio de convênios firmados com o Governo do Amazonas, por meio da Seinfra, a prefeitura local também vai investir em ações de tapa buracos, na implantação de iluminação pública com luminárias do tipo LED, bem como na locação de equipamentos para a limpeza pública.

Também estão sendo reativados três outros convênios que preveem a realização de serviços de terraplanagem, pavimentação asfáltica, construção de escadaria em concreto estrutural armado e Praça de Alimentação, na orla da Lagoa da Francesa, no bairro Santa Clara. Além disso, está prevista a urbanização da orla do bairro da União, com terraplenagem, pavimentação asfáltica, drenagem superficial e calçadão com escadaria em concreto, dentre outras ações.

COMPARTILHAR