FOTO: Antonio Lima/SM Produções

Por ser um Estado de dimensões continentais, o Amazonas abriga localidades que poucos conhecem, mas que possuem uma beleza singular. E um desses locais é o Parque Estadual Serra do Aracá, localizado no município de Barcelos (a 405 km de Manaus em linha reta e a 656 km via fluvial).

Para conhecer todo o potencial turístico de uma das regiões mais lindas do Brasil, o Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), vai participar no início do próximo ano de uma expedição a Serra do Aracá, organizada pelo jornalista Sérgio Miranda, da SM Produções Cinematográficas.

A participação do governo nesta expedição tem por objetivo realizar um estudo completo que apontará toda a potencialidade turística da região que abriga, por exemplo, a maior cachoeira em queda livre do Brasil, a El Dourado, que tem mais de 350 metros de altura, além de outras riquezas naturais.

 O presidente da Amazonastur, Orsine Junior, afirmou que a vocação natural do Estado está na atividade turística e o Parque Estadual Serra do Aracá é um dos vários exemplos dessa propensão ao turismo. “O governador Amazonino Mendes entende que o turismo é a nova matriz econômica do Estado e, por isso, apoia toda e qualquer iniciativa que promova a sustentabilidade e venha de fato consolidar essa atividade em nossa região”, disse.

FOTO: Antonio Lima/SM Produções

O jornalista Sérgio Miranda vislumbra, com a parceria da Amazonastur, a possibilidade de iniciar um projeto de estruturação para a recepção dos turistas que já visitam o local. “Nós já estamos fazendo por conta própria, lógico com a devida permissão do Estado, a abertura de trilhas para a base da maior cachoeira do Brasil, a cachoeira do El Dourado. E também estamos abrindo trilhas para uma área de floresta. No entanto, essas trilhas são para pesquisas científicas que nós pretendemos, com a ajuda do Estado, adaptar e estruturar para recepção do turista”, disse o organizador da expedição.

 O Parque Estadual Serra do Aracá  foi criado em 1990, pelo Decreto 12.836, de 9 de março. Localizado em Barcelos, ocupa uma área de 1.818.700 hectares (18.187 km²), ou 15 % dos 122.475,728 km² de área do município. Barcelos é o segundo maior município do Brasil. O parque recebe seu nome em virtude de um de seus afluentes, o rio Aracá.

O parque é composto por planaltos que tem entre 1,2 mil a 1,6 mil metros de altura. Com fauna e flora típica de região, a temperatura média anual fica em torno de 20ºC. Além disso, este cenário ainda conta com rios, riachos, lagos, campina, campos e inúmeras cachoeiras. “O principal atrativo da serra, e que muitos brasileiros desconhecem, é a maior queda d’água livre do Brasil, ou seja, a maior cachoeira do Brasil. Trata-se da Cachoeira do El Dourado, esse é o principal atrativo, no entanto, no local tem uma fauna e flora muito interessante de ser observada”, informou o jornalista.

FOTO: Antonio Lima/SM Produções

A Serra do Aracá faz parte do Planalto das Guianas, que se inicia no sul da Venezuela e invade o extremo norte do Brasil, e surge como um imenso formato de “mesa” no meio da floresta amazônica. “Na serra encontramos um verdadeiro jardim de orquídeas das mais diversas espécies, montanhas fantásticas, com paisagens belíssimas. Tem também cânions de mais de 600 metros de queda livre, além de uma caverna vertical com mais de 80 metros, totalmente inexplorada”, explicou o Sérgio Miranda.

COMPARTILHAR