FOTOS: CLÓVIS MIRANDA/SECOM

Em visita à cidade de Borba (a 150 quilômetros de Manaus em linha reta), que celebrou os festejos em homenagem ao padroeiro Santo Antônio, o governador do Amazonas, Amazonino Mendes, assinou a ordem de serviço para o início das obras de recuperação do sistema viário das áreas urbanas e rurais do município, na tarde desta quarta-feira (13/06).

Conforme o governador Amazonino, estão sendo investidos R$ 13 milhões no município, em obras que contemplam a revitalização da malha viária e conclusão da reforma do terminal hidroviário, parada há mais de 10 anos.

No bairro Nova Esperança, primeira comunidade a receber as ações, o governador Amazonino Mendes informou que os trabalhos realizados na cidade borbense chegarão a mais de 15 quilômetros de asfalto, sendo que quatro bairros serão totalmente revitalizados. A empresa SIGA iniciou o serviço, orçado em R$ 5,5 milhões, nesta quarta-feira.

Por determinação também do governador, outro investimento a ser realizado em Borba, no valor de R$ 4 milhões, diz respeito à aquisição de material para a pavimentação em concreto dos sistemas viários dos distritos de Axinim e da Foz do Canumã. O convênio já foi celebrado entre a prefeitura local e a Seinfra.

“É um momento muito esperado pela população em que estamos assinando a ordem de serviço para a execução das obras do sistema viário daqui que será de mais 15 quilômetros. Mas vamos também trabalhar Axinim, que é uma vila muito importante do município e também em Canumã. Então, no total estamos fazendo aqui cerca de R$ 13 milhões em obras. Quero parabenizar o povo da nossa querida Borba, e o dia mais apropriado para isso é Santo Antônio. É minha obrigação”, destacou o governador Amazonino.

Convivendo com lama e poeira – Moradora do bairro Nova Esperança, um dos bairros a receber a intervenção asfáltica, a comerciante Perla Oliveira, 37, ressaltou que há quase dez anos esperava por infraestrutura na sua comunidade. Ela informou que os moradores eram acostumados a conviver com lama e poeira diariamente. 

“Agradeço muito ao governador que há muito anos estamos nessa peleja em busca de uma moradia melhor. As crianças iam para o colégio com muita lama. As crianças faltavam escola porque chovia e a rua ficava intransitável. A gente jogava cascalho para tampar os buracos para passar”, comentou a comerciante.

Ainda na cidade borbense, o governador Amazonino, acompanhado do prefeito Simão Peixoto; de secretários de Estado e parlamentares, o governador deu uma entrevista na rádio comunitária Santo Antônio FM, e fez uma visita de cortesia ao bispo Dom Zenildo, da prelazia de Santo Antônio.

Mais intervenções – Paralisadas há mais de 10 anos, as obras do terminal hidroviário finalmente serão as concluídas, sob a responsabilidade da Quality Construção e Serviços Ltda., com investimento da ordem de R$ 3,44 milhões. A obra, que estava parada há mais de 12 anos, foi retomada por ordem do governador Amazonino Mendes, de modo que os turistas e passageiros desembarquem com mais segurança na unidade portuária.

“O sistema hidroviário de Borba estava paralisado há mais de 12 anos porque faltava trazer uma balsa e acoplar a balsa que é a base do porto de acostamento. E resolvemos o problema. Acredito que até o fim do mês estará completo. Na verdade, fizeram mal feita e pela metade (a obra), mas nós já estamos ajeitando”, comentou o chefe do Executivo.

Setor primário – Além de anunciar investimentos para o setor de infraestrutura da cidade, o governador Amazonino Mendes anunciou o repasse de implementos agrícolas, via termo de convênio entre produtores rurais, associações, cooperativas e Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), para o município, com dois microtratores; um caminhão; 150 fornos de farinha; 300 motores rabetas; sete grupos geradores; 450 motores estacionários; roçadeiras; kits de ferramenta; triciclos, entre outros implementos.

Investimentos – O prefeito da Terra de Santo Antônio, Simão Peixoto, ressaltou que há bastante tempo o município não recebia recurso do Estado, sobretudo investimento para as demais áreas do município. “Em mandatos anteriores, na época que eu já estava na prefeitura, eu não tive apoio do Estado. Eu chegava e as portas estavam fechadas das secretarias e do Governo. Eu vim lhe agradecer pelo apoio. O município de Borba, assim como outros, enfrenta dificuldades. Estamos muitos felizes de estarmos assinando um pacote de obras de R$ 13 milhões”, destacou o prefeito.

COMPARTILHAR