FOTO: DIVULGAÇÃO/FAPEAM

Aliado ao fomento à Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I); à formação e capitação de recursos humanos; e apoio à infraestrutura de instituições para CT&I, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Governo do Amazonas (Fapeam) investiu R$ 4,132 milhões na popularização e difusão em CT&I em 2018. A ação promove a geração de conhecimento no Estado, em eventos locais, nacionais e internacionais.

Entre as ações nessa área, a Fundação conta com o Programa de Apoio à Realização de Eventos Científicos, Tecnológicos e de Inovação (Parev), ação “referência no suporte a seminários, congressos e feiras ligadas aos grandes centros desenvolvedores de pesquisa no Estado”, conforme destaca a direção da Fapeam em seu Relatório Governamental 2018. Nesse sentido, 31 eventos dessa natureza foram apoiados, com 1,232 milhão investidos pelo governo Amazonino Mendes.

A realização de eventos científicos também movimenta a economia local, com a mobilização de segmentos como o hoteleiro, alimentação, outros segmentos do setor de serviços como o de transporte, além do próprio turismo. No início de novembro, o governo Amazonino Mendes realizou, em parceria com o Governo Federal, a 15ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). Nele, a Fapeam apresentou à comunidade científica e ao público em geral as pesquisas apoiadas pela Instituição.

Difusão – A Fapeam também desenvolve esse trabalho de difusão com o Projeto Fapeam nas Universidades, que, entre outros objetivos, visa estimular a comunidade acadêmica a participar dos programas financiados pela Fundação em CT&I. E como estímulo a quem apoia e milita nessa área, a Fapeam também realiza, desde 2010, o Prêmio de Jornalismo Científico. Já no campo editorial, a Instituição publica, trimestralmente, a revista “Amazonas Faz Ciência” e o suplemento infantil “Amazonas Faz Ciência – Criança”.

COMPARTILHAR