Fotos: Divulgação/FDT

Com o tema “Foi por Amor”, a Fundação de Apoio ao Idoso Dr. Thomas (FDT) realizará, no próximo dia 28 de março, a encenação da Paixão de Cristo. O evento acontecerá no ginásio do Parque Municipal do Idoso (PMI) – avenida Rio Mar, bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul, a partir das 18h, com entrada gratuita.

Como tradição na Semana Santa, há quatro anos, o espetáculo é muito aguardado pelos idosos, familiares e comunidade. Neste ano há uma grande movimentação e participação, o elenco é formado em sua maioria por idosos dos dois programas permanentes da Fundação Doutor Thomas: Programa Conviver Parque Municipal do Idoso e Longa Permanência, além de funcionários e convidados.

O palco do espetáculo será no modelo italiano onde o público poderá assistir à encenação pela frente. Este palco tem uma cortina que será fechada para mudança de cenários. Um telão de Led em alta definição vai acompanhando o enredo em cada ato, dando mais dinamismo e emoção.  A iluminação, som e toda estrutura metálica será para atender um evento de grande porte.

A encenação  da Paixão de Cristo tem a participação de 50 atores, além de uma equipe nos bastidores colaborando com a organização do cenário, figurino e a sonoplastia do evento. Com aproximadamente 50 minutos de duração, dividida em 30 cenas, o enredo conta a história de Jesus. Desde a sua chegada a Jerusalém até a ressurreição.

O elenco é composto por alunos da turma de teatro do parque, supervisionada pelo professor de teatro Thiago Oliveira, que tem sua formação em licenciatura em teatro pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA), com oito anos de experiência em artes cênicas, que recebeu a missão de dirigir e produzir o evento este ano.

“Estar à frente desse espetáculo é uma emoção muito grande. Uma idosa chegou comigo no fim do ensaio e disse que eles nem tinham percebido a hora passar e mais parecia que estavam orando a tarde inteira. Fiquei emocionado, pois a entrega e o olhar deles são diferentes e isso é gratificante”.

O teatro e a música possuem vários benefícios para a saúde do idoso. Este ano está sendo usada uma nova metodologia para memorização das falas, marcação do ritmo, escolha do figurino, tudo para contribuir diretamente na melhoria da memória, aumentar a criatividade, além de estimular a interação social. Outra vantagem das artes cênicas é que o idoso ganha habilidade de estruturar emoções por meio da expressão artística. “Ou seja, muitas vezes as expressões e sentimentos ficam reprimidos ao longo dos anos por causa do envelhecimento, mas a arte ajuda a colocar tudo o que sente para fora”, explicou Thiago.

Há dois anos frequentando o PMI, Raimundo Cardoso, 78, encontrou no teatro a cura para depressão. “Eu sempre fui muito calado, mas cheguei aqui doente, fui praticamente obrigado por um amigo, eu estava cada vez mais na solidão. Quando cheguei aqui, tive a chance de começar na turma de teatro, hoje, além de não me sentir mais sozinho, eu tenho uma postura melhor, falo até com mais clareza, me sinto útil e feliz”, disse.

Conforma a diretora-presidente da Fundação Dr. Thomas, Martha Moutinho, é indispensável as atividades cênicas para os idosos. “O que está acontecendo com os alunos das turmas de teatro, coral e dança coreográfica é um exemplo do que a arte pode fazer para melhorar a vida de quem já chegou à terceira idade. Durante as aulas muitos saem de um processo depressivo”, frisou.

Moutinho destacou que os exercícios físicos, vocais e mentais ajudam no estímulo da memória e da criatividade. “Muitos sentiam vergonha de expor sua opinião. Graças ao teatro, as opiniões se projetam nas aulas e a atitude é vista pela família. Eles têm argumentos e pontos de vista que agora sabem como expor”, observou a diretora-presidente da Fundação Dr. Thomas, Martha Moutinho, ao mencionar que o resultado aparece logo, idosos mais confiantes, que conquistam voz dentro da sociedade.  “No palco todos se transformam, saem de dentro deles e dão voz aos personagens”, contou.

SERVIÇO

O que: Encenação da Paixão de Cristo “Foi por amor”

Quando: 28 de março (quarta-feira)

Horário: 18h

Onde: Ginásio do Parque Municipal do Idoso (PMI), localizado na avenida Rio Mar, bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul

Entrada: Gratuita

COMPARTILHAR