Na manhã de hoje, (19) foram  presos três suspeitos de participarem do assassinato da britânica  de 43 anos, que estava desaparecida no rio Solimões, no Amazonas, desde a última quarta-feira.

content_caiaque02
Caiaque encontrado no Amazonas (Foto: Divulgação/Marinha)

Entre os suspeitos está um menor de idade, que durante depoimento confessou ter participado, do crime com outras seis pessoas que são “barrigas d’água”, ou piratas do Amazonas. Tudo indica que a britânica foi  vítima de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. O desaparecimento da esportista foi registrado na quarta-feira (13), quando o localizador de emergência da britânica foi acionado.A britânica praticava canoagem entre as cidades de Coari e Codajás quando desapareceu. Imagens do caiaque que seria o utilizado por ela foram divulgadas pela Marinha durante o fim de semana.

Uma coletiva de imprensa para explicar o caso será realizada , às 17h, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), com as autoridades responsáveis.

Publicado em: 19 de Setembro de 2017 15:05

 

COMPARTILHAR