Home / Esportes / Em preparação para o UFC, Ketlen Vieira segue para o Rio Janeiro, cogita americana como adversária, e conta que este ano muda de ‘endereço’

Em preparação para o UFC, Ketlen Vieira segue para o Rio Janeiro, cogita americana como adversária, e conta que este ano muda de ‘endereço’

O ano mal começou e a lutadora Ketlen Vieira já está a mil por hora. Isso porque, a amazonense tem previsão de luta para março pelo Ultimate Fighting Championship (UFC) e para entrar afiada no octógono mais famoso do mundo, ela segue para o Rio de Janeiro na madrugada desta sexta-feira, dia 6, para realizar um camp com o mestre Dedé Pederneiras, líder da Nova União, e um dos técnico mais respeitados do meio da luta. Para a temporada, a atleta recebe apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

ASL34431-500x375

 Faixa preta de Judô, faixa marrom de Jiu-Jítsu, conceituada no Boxe e no Muay Thai, Ketlen se apresenta como uma lutadora diversificada, com facilidade para levar o combate tanto em pé, num jogo de clinch, quedas e chaves, como tambem soma um bom jogo em solo, com a capacidade de imobilizações e submissões. Sendo assim, ela esperar obter um bom desempenho diante daquela que é cogitada para ser sua adversária, a americana Lauren Murphy.

 “Serão três lutas do UFC em março e em alguma eu serei chamada, ou seja, meu embate pode ser no Brasil ou no exterior e quem eu espero enfrentar é a Laura, que foi a lutadora que eu e minha equipe pedimos para ser a próxima oponente. Ela está entre as quinze na categoria, tem apenas uma derrota no UFC, está na franquia desde o início e é uma boa profissional, mas eu estou me preparando para vencer”, destacou a casca grossa, que ainda confia nos seus 1,72 de altura para dar ‘trabalho’ à adversária.

 “São poucas as atletas que são altas no UFC. Eu, a Amanda (Leoa), e a Holly (Holm), temos essa característica e é algo que avalio como um benefício. Sei que a Laura é boa de luta de chão, mas que o forte dela é luta em pé e eu gosto de derrubar e trabalhar por cima, mas venho evoluindo bastante e aprendendo a usar o peso da minha mão. Sei que ainda tenho muito o que aprender, mas confesso que estou surpresa com o tanto que consegui absolver em pouco tempo de MMA”, afirmou Ketlen ‘Fenômeno’, como também é conhecida no meio.

Amadurecimento – A estreia de Ketlen Vieira na franquia foi em outubro de 2016, em Portland (EUA), contra Kelly Faszholz, quando a amazonense venceu por decisão dividida. Com apenas dois anos no mundo do MMA e prestes a fazer um ano de contrato no UFC – julho de 2017 – a amazonense afirma que seu comportamento na segundo embate será mais amadurecido, uma vez que a estreia causou um certo ‘friozinho’ na barriga.

 “Na minha primeira luta eu estava um pouco travada, com medo de arriscar, pois era minha estreia e tudo era novidade para mim. Imagina sair daqui de Manaus e de uma hora para a outra estar no maior evento do mundo, é algo que precisei equilibrar. Da chegada em Portland até o último dia foi tudo muito intenso, era limusine, gente com foto minha pedindo autógrafo, toda uma estrutura de produção, algo que não estava acostumada. Agora vou me soltar mais, tenho uma boa base no judô e isso faz a diferença para eu me sobressair”, destacou.

 Em Manaus, a jovem lutadora faz preparação técnica e física com diversos profissionais, entre eles os mestres Prainha (boxe), Cosme Júnior (muay thai) e Márcio Pontes (sparring). O peso também é outro ponto que recebe atenção e para ficar em dia com sua categoria (Galo, 61Kg), Ketlen conta com a nutricionista Alciene Silva.

 “O treinamento para a luta é de acordo com cada adversário a ser enfrentado e aqui em Manaus tenho uma equipe muito boa. Atualmente, estou com 75 kg, mas já vou iniciar o trabalho de perda de peso e creio que não terei problemas com isso. Lá no Rio, ficarei na mira do Dedé (risos) e vou fazer meu camp com a ajuda do Ronys Torres, do José Aldo, que me ensina muita coisa, e outros profissionais especializados e que são importantes para o meu desenvolvimento”, destacou.

Ainda segundo Ketlen, após a luta pela organização, ela volta a Manaus e depois de dois meses deve ir de vez para a Cidade Maravilhosa, uma mudança de ‘endereço’ muito bem pensada e desejada pela atleta. “Eu amo Manaus. Gosto de viver aqui, mas o Dedé conversou comigo, disse que eu tenho condições de chegar ao topo, mas que preciso fazer um treinamento mais intensivo, para que eu possa me aperfeiçoar mais e ir me moldando. Por isso, já está certo eu ir morar no Rio e apesar de ser uma decisão difícil, o atleta tem prazo de validade e no tempo de carreira deve entrar de cabeça mesmo, apostar e ir literalmente à luta”, destacou.

Publicidade de Exemplo

About PORTALDOAMAZONAS.COM

Veja Também

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Publicidade de Exemplo