Foto: Bruno Zanardo / Secom

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), em parceria firmada com a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), deu início, na manhã da sexta-feira (2/2), ao curso de capacitação “Uniformização de Procedimento e Atividades Cartorárias”, voltado para servidores que atuam nas comarcas do interior do estado. O curso será realizado à distância pelo Centro de Mídias de Educação (Cemeam) da Seduc e acompanhado pelos servidores do Poder Judiciário em cada um dos 62 municípios do estado.

A abertura do curso de capacitação aconteceu em um dos estúdios do Cemeam, no bairro Japiim, zona sul de Manaus, e contou com a participação do secretário Executivo Adjunto de Gestão da Seduc, doutor Genésio Neto; do presidente do TJ-AM, Flávio Pascarelli; do diretor da Escola de Aperfeiçoamento do Servidor do TJ-AM, desembargador João Simões; do diretor de Planejamento do Tribunal, Cristiano Lima; e do juiz de direito do TJ-AM, Ronny Frank.

Conforme programação do Tribunal de Justiça, o curso acontecerá duas vezes por mês e se estenderá até o dia 22 de junho. As aulas serão ministradas por uma equipe de magistrados e acompanhadas pelos servidores em escolas localizadas nos municípios do interior e ocorrerão às sextas-feiras.

O curso abordará temas como “Otimização dos trabalhos cartorários e atendimento ao público”, “Ações de Família”, “Ações Criminais”, “Juizados Especiais Cíveis”, “Juizados Especiais Criminais”, “Ações Civis” e “Ações de Infância e Juventude”.

De acordo com o presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, Flávio Pascarelli, a parceria com o Governo do Estado por meio da Seduc, está possibilitando a realização de um anseio antigo, que é levar a formação para os servidores em todos os municípios.

“O objetivo é capacitar o servidor para que ele vença o maior problema do Poder Judiciário, que é a morosidade da justiça. O servidor qualificado, evidentemente, vai ter condições de responder aos objetivos, às metas do CNJ [Conselho Nacional de Justiça] e à vontade da população. O poder judiciário compõe o Estado do Amazonas. Essa parceria com o executivo é muito importante. O governador Amazonino Mendes tem esse dom de abrir as portas para a educação, criou a UEA, nos ajudou a criar a Escola da Magistratura e agora está possibilitando que a escola do servidor possa chegar ao interior do estado, que era um anseio muito antigo”, afirmou o presidente Flávio Pascarelli.

O diretor da Escola de Aperfeiçoamento do Servidor do TJ-AM, desembargador João Simões, também agradeceu a parceria firmada com a Seduc.

“Essa é uma iniciativa maravilhosa. Hoje nós podemos dizer, de fato, que estamos entrando na era da modernidade. Nós estamos trabalhando com um processo virtual com a cabeça no processo físico, ou seja, na era moderna com os pés e a cabeça na idade da pedra. Portanto, tenho certeza que com a ajuda de todos, nós estamos dando um salto muito significativo hoje. E nessa oportunidade agradecemos o Governo do Estado do Amazonas por abrir esse link para que nós possamos alcançar todo o estado”, afirmou o desembargador.

O Centro de Mídias de Educação do Amazonas está localizado no bairro do Japiim 2, em prédio anexo à Seduc. O Centro é equipado com estúdios de TV de onde uma equipe de professores (especialistas, mestres e doutores) ministra as aulas que são transmitidas via satélite e acompanhadas pelas comunidades rurais amazonenses.

As aulas são ministradas de estúdios de televisão localizados no Centro de Mídias, em formato de teleconferência. Atualmente o Centro de Mídias possui oito estúdios de transmissão.

COMPARTILHAR