Home / Segurança no Amazonas / Em Manaus, 17 líderes de rebelião são transferidos para presídios Federais

Em Manaus, 17 líderes de rebelião são transferidos para presídios Federais

Dezessete presos, do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e do Instituto Penal Antonio Trindade (Ipat), serão transferidos, nesta quarta-feira (11), para presídios federais.

TV AMAZONAS

A Força-tarefa da Polícia Civil, que está investigando os homicídios no Compaj, chegou aos nomes dos suspeitos de terem comandado e participado dos homicídios. Tanto no Compaj quanto dos 4 mortos na unidade do Puraquequara.

Entre os transferidos está Márcio Ramalho Diogo, o “Garrote”, identificado como um dos “xerifes” do regime fechado do Compaj. Os detentos foram retirados das unidades prisionais ainda na noite de ontem, terça-feira (10), e levados para o Batalhão de Choque da Polícia Militar, situado na rodovia estadual AM-010.

De acordo com o secretário Pedro Florêncio, os detentos transferidos foram identificados como suspeitos de liderar a chacina durante investigações da Polícia Civil. No dia 1º de janeiro deste ano, 56 detentos foram assassinados no Compaj.

Transferidos do Ipat

1 – Wilson Guimarães Fernandes
2 – Fábio Palmas de Souza
3 – Lenon Oliveira do Carmo
4 – Heliuton Cabral do Carmo
5 – Eduardo Queiroz Araújo

Transferidos do Compaj

6 – Demétrio Antônio Matias
7 – Marcio Ramalho Diogo
8 – Janes do Nascimento Cruz
9 – Cláudio Dyan Felizardo Belfort
10 – André Said de Araújo
11 – Florêncio Nascimento Barros
12 – José Bruno de Souza Pereira
13 – Gileno Oliveira do Carmo
14 – Reginaldo Muller Neto
15 – João Ricardo Santos da Costa

Publicidade de Exemplo

About PORTAL DO AMAZONAS

Redação (92) 3877-4539 [email protected] / [email protected]/

Veja Também

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Publicidade de Exemplo