Em Benjamin Constant, agricultores familiares comercializam 3 toneladas de produtos no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)

 

 

Cerca de 3 toneladas de alimentos da agricultura familiar serão comercializados por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA/estadual) até o próximo ano, em Benjamin Constant. Os alimentos serão entregues ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras), por meio do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam). A ação é resultado da Chamada Pública nº 01/2019 do PAA, na modalidade compra com doação simultânea, gerenciada pela Secretaria de Produção Rural (Sepror).

A previsão é que sejam doados 800 quilos de banana, 500 quilos de polpa de frutas, 800 quilos de hortaliças (folhosas e frutos), 300 quilos de pescado (tambaqui curumim), 300 quilos de macaxeira e 250 quilos de abacaxi. Ao todo, cinco comunidades rurais foram beneficiadas com o PAA em Benjamin Constant, município localizado a 1.121 quilômetros de Manaus.

O agricultor Antônio Oliveira Vargas, da comunidade Santa Luzia (a 40 minutos da sede do município, por via fluvial), entregou nesta primeira etapa 100 quilos de hortaliças e 80 quilos de banana. Ele é um dos beneficiados com o PAA e assistido pelo Idam há mais de 10 anos. Além de Antônio, mais seis famílias da comunidade foram beneficiadas com o programa.

De acordo com o gerente do Idam em Benjamin Constant, Denis Lima, é preciso inserir cada vez mais essas famílias em programas disponíveis para o setor. “Estamos buscando aqueles agricultores familiares de localidades mais isoladas e que apresentam potencial na produção de alimentos. A algumas comunidades, levamos duas horas de voadeira para chegar. Nosso objetivo é proporcionar a essas famílias meios para que possam ter acesso a documentos essenciais e que aproximam o agricultor das políticas públicas”, disse Denis, ao destacar que o PAA irá injetar cerca de R$ 78 mil na economia local.

No Estado, o PAA é operacionalizado pela (Sepror) e pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A execução do programa envolve a ação integrada de todo o Sistema Sepror, sendo o Idam o grande apoiador na seleção e orientação técnica dos agricultores familiares e dos produtos a serem fornecidos. Já a Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) garante a qualidade do produto a ser distribuído, e o excedente pode ser encaminhado a outros programas que são executados pela Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS).

Para as famílias rurais que desejam obter informações sobre os programas e outras políticas públicas, é preciso procurar a unidade local do Idam de seu município.

 

Close