Discentes dos cursos de Engenharia da UEA recebem Honra ao Mérito na 76ª SOEA

 

Projeto dos alunos de Engenharia Mecânica e Naval é sobre a construção de uma embarcação do Samu em escala reduzida para estudos e testes 
 
 
A discente do curso de Engenharia Mecânica da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Tassia Forasteiro, recebeu, na quinta-feira (19/09), o Certificado de Honra ao Mérito no Congresso Técnico de Engenharia e Agronomia durante a 76ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (SOEA), em Palmas, Tocantins.

Os 24 trabalhos classificados como as melhores propostas serão publicados nos anais do evento e em revistas científicas. Os projetos elaborados nas áreas de Engenharia Civil, Metalúrgica, Química, Elétrica, Geologias, Minas, Agrimensura e experiências profissionais apontam soluções e inovações para o cenário de problemas locais.

Sobre o projeto – Com o tema “Projeto e Construção de um Protótipo em Escala da Embarcação de Atendimento Móvel de Urgência”, o artigo foi proposto pelos discentes Tassia Forasteiro, Eliana Silva, Diego Thomaz, sob a orientação do vice-presidente do Crea-AM e professor da UEA, Dr. Arlindo Pires Lopes.

Tássia explica que o projeto se trata da construção de uma embarcação do Serviço de Atendimento Móvel de Saúde (Samu) em escala reduzida para estudos e testes.
 
“As unidades fluviais do Samu ajudam a vida das comunidades ribeirinhas, mas ainda há necessidades de encurtar o tempo de viagem e tornar o sistema mais eficiente. O consumo de combustível de embarcações está associado à resistência ao avanço que elas navegam em determinada velocidade. Portanto, para tornar possível a otimização desse meio, o nosso projeto teve como objetivo modelar a embarcação em escala 1:10”, salientou.

A discente destaca ainda que o projeto surgiu como um tema proposto dentro do Programa de Extensão da UEA (Progex) e foi desenvolvido durante um ano.
 
“O protótipo foi construído em parceria com o estaleiro Navegação Águas Claras. E as próximas etapas do projeto é utilizá-lo como objeto para desenvolver tecnologias econômicas para embarcação real e, futuramente, apresentar as melhorias avaliadas”, destacou.

O vice-presidente do Crea-AM e professor da UEA, Dr. Arlindo Pires Lopes, reconhece que este é o maior elogio no qual um profissional pode receber. “Ser reconhecido pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia é muito gratificante e nos mostra que o trabalho desenvolvido pela EST/UEA é de referência nacional. Relembro ainda que ano passado também fomos homenageados com outro trabalho”, finalizou.
Close