Foto: Divulgação Assessoria

Na tarde de Terça-feira, dia 03, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado David Almeida (PSB), conseguiu reunir o presidente da Federação dos Sindicatos de Pescadores e Pescadoras do Amazonas (FESINPEAM), Ronildo Palmere e o presidente da Confederação Nacional de Pescadores (CNP), Walzenir Falcão para conversar sobre o setor. Existia uma disputa de 15 a 17 anos entre as duas federações.

As lideranças conversaram sobre as demandas e dificuldades do setor, além de projetos que possam desenvolver ainda mais o trabalho das pessoas que utilizam a pesca como atividade econômica.

Para David Almeida, por meio do diálogo e a partir do conhecimento dessas demandas é possível buscar um caminho que possa beneficiar os pescadores, bem como, fortalecer os representantes legais desses trabalhadores.

“Precisamos buscar alternativas para desenvolver os trabalhos dos representantes dessa classe, assim como, dar estrutura para que os pescadores consigam o sustento de suas famílias de maneira estável e segura”, pontuou.

Walzenir parabenizou David Almeida pela iniciativa em unir as federações em prol do setor pesqueiro.

“O Presidente David Almeida está de parabéns pela iniciativa de ter chamado para o entendimento as duas Federações que representam os pescadores no Estado do Amazonas. Existia uma disputa de 15 a 17 anos, entre as duas representações. Quem ganha com isso é o setor da pesca aqui no Amazonas e suas famílias”, ressaltou Falcão.

Na reunião, estiveram presentes ainda, Tiago Falcão, da Federação de Pescadores do Amazonas e Alain Nogueira, da Secretaria Especial da Aquicultura e Pesca da Presidência da República, bem como, representantes dos pescadores de Maraã (Manoel Bebé), Careiro Castanho (David Uchoa) e Novo Olinda do Norte (Pastor Antonio).

Durante a reunião, o setor pesqueiro, representado por Walzenir e Ronildo Palmere, declaram apoio à candidatura de David Almeida, caso ele venha concorrer no pleito ao cargo de governador do Estado.

Segundo Walzenir, as duas lideranças representam 137 entidades de pescadores entre colônias, sindicatos e associações. “São 130 mil pescadores e familiares em todo o Estado. Unidos os representantes têm força política para eleger um deputado federal e dois deputados estaduais”, disse.

“Fiquei muito honrado com a declaração dos presidentes. Ainda estamos analisando o cenário, mas saber que podemos contar com essas lideranças, nos fortalece”, afirmou David.

 

COMPARTILHAR