O Governo do Amazonas, por meio do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), vai realizar, entre os meses de novembro e dezembro deste ano, o concurso público para o preenchimento de 332 vagas para o órgão vinculado ao Sistema Sepror. Os salários variam de R$ 2.202,20 a R$ 6.570,95, nos níveis superior, médio e fundamental.


De acordo com o chefe do Idam, Luiz Herval, o órgão nunca tinha realizado concurso público em mais de 20 anos de história, o que resultou em perdas significativas de profissionais. Ele informou que o Idam vai ampliar a capacidade de extensão no estado.


“Então a gente vem, no decorrer desses 22 anos, perdendo a cada ano um número de servidores considerável. Atualmente, esse número de 332 vagas, que serão preenchidas após a realização do concurso, dentro do período previsto em lei, vamos dobrar a quantidade de profissionais que nós temos na instituição. Vamos poder oferecer um serviço de maior qualidade aos produtores, agricultores, extrativistas que estão no interior do estado do Amazonas fazendo a sua produção, contribuindo para a economia do estado”, comentou o presidente.


A autorização para a realização do concurso ocorreu na primeira semana de julho, e recentemente foi realizado um decreto do Governo do Estado para a instalação da comissão do concurso. O Idam estuda, atualmente, os editais para poder contratar a empresa que comandará o concurso.


Ao todo serão 80 vagas para o nível superior, 166 para médio e 86 vagas para o nível fundamental. Além da capital amazonense, o concurso será realizado em Parintins, Humaitá, Eirunepé, Tefé e Tabatinga. Profissionais formados em contabilidade; agroecologia; estatística; biologia; gestão de sistema; engenharia civil, mecânica, florestal e de alimentos; veterinária e serviço social, poderão concorrer às vagas oferecidas no concurso.

COMPARTILHAR