Em reafirmação ao seu compromisso de manter total transparência em sua gestão, o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Wilker Barreto (PHS), esteve reunido, na manhã desta quarta-feira (16), com a presidente do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), conselheira Yara Lins, para pedir que aquele poder acompanhe e fiscalize em tempo real o processo de construção do anexo da Casa Legislativo, previsto para iniciar ainda no primeiro semestre deste ano. A solicitação foi aprovada e prontamente atendida pela presidente do TCE-AM, que assegurou estar no próximo dia 30 de maio na Casa Legislativa para assinatura de termo que garante tal fiscalização.

“Será um marco para os dois poderes porque será a primeira obra monitorada e fiscalizada em tempo real. A conselheira Yara disse que é possível esse acompanhamento e é, inclusive, o ideal. Não precisamos esperar anos para poder ter uma obra avaliada. Queremos estar à frente sempre no que diz respeito à transparência na administração do dinheiro público. A CMM preza por isso e sei que o TCE-AM está à disposição para garantir de imediato toda a lisura do processo”, comemorou Barreto.

A obra do anexo da Câmara está orçada em R$ 4.553.646,17 milhões, terá pedra inicial instalada ainda no primeiro semestre deste ano e consistirá na construção de um anexo com 990,48m2 e de adequações em ambientes internos do prédio já existente. “E faço questão de reforçar que cada ato dessa obra só será pago quando minha equipe técnica aprovar juntamente com o TCE-AM. Algo que esperamos tornar padrão em todas. Isso é transparência e responsabilidade com o dinheiro público”, disse.

O novo espaço garantirá instalações adequadas às atividades inerentes à instituição, proporcionando maior segurança e melhores condições de trabalho a todos e, principalmente de atendimento à população.

COMPARTILHAR