MANAUS, 14/03/17 PRESIDENTE DA CAMARA MUNICIPAL DE MANAUS, VEREADOR WILKER BARRETO (PHS) ACOMPANHADO DOS VEREADORES DA COMISSAO DE TRANSPORTE, PARTICIPAM DE REUNIAO COM O PREFEITO EM EXERCICIO, MARCO ROTTA (PMDB), SMTU, SINETRAM E STTRM. FOTO: ROBERVALDO ROCHA / CMM

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) e a Prefeitura de Manaus vão unir esforços na cobrança e fiscalização da qualidade dos serviços para o transporte coletivo, principalmente, no que diz respeito à questão do troco e renovação da frota dos veículos, como determinou o prefeito em exercício, Marcos Rotta (PMDB), durante reunião com parlamentares, representantes da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) e dos sindicatos das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) e dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Manaus (STTRM).

MANAUS, 14/03/17 PRESIDENTE DA CAMARA MUNICIPAL DE MANAUS, VEREADOR WILKER BARRETO (PHS) ACOMPANHADO DOS VEREADORES DA COMISSAO DE TRANSPORTE, PARTICIPAM DE REUNIAO COM O PREFEITO EM EXERCICIO, MARCO ROTTA (PMDB), SMTU, SINETRAM E STTRM. FOTO: ROBERVALDO ROCHA / CMM
Foto: Robervaldo Rocha

A reunião, que ocorreu na sede da Prefeitura, na manhã desta terça-feira (14), foi determinante para que a Casa Legislativa e a prefeitura somem esforços na cobrança por melhores serviços prestados pelas empresas de transporte, visto o aumento da tarifa para R$ 3,80. “A Casa já está nessa luta. Já discutimos a planilha de custo. Agora, o que se quer é a contrapartida dos serviços oferecidos à população”, disse o líder do prefeito na CMM, vereador Marcel Alexandre (PMDB).

Marcel Alexandre ressaltou, ainda, que, além da questão do troco, que deverá ter uma solução até sexta-feira (17), como determinou o prefeito em exercício, a Casa vai cobrar os 300 ônibus novos para a população até o fim do ano. “Vamos acampar essa luta com a prefeitura com debates e fiscalizações, para que se justifique o aumento da passagem”, assegurou Marcel Alexandre.

O presidente da Comissão de Transporte da CMM, vereador Rosivaldo Cordovil (PTN), reforçou o apoio da CMM quanto às fiscalizações e garantiu acompanhar as discussões para acabar de vez com a “briga” entre os trabalhadores do sistema de transporte e os empresários, o que, segundo o parlamentar, causa transtornos e prejuízos aos usuários.

“Outra questão que a CMM vai cobrar do sindicato das Empresas é que possam dar condições aos trabalhadores, em especial, aos cobradores com suporte no repasse do troco aos usuários”, observou Rosivaldo Cordovil.

“A Câmara Municipal vai acompanhar de perto como fiscalizadora do povo e cobrar firmemente como determinou o presidente Wilker Barreto (PHS), que também esteve presente na reunião”, frisou Cordovil, que garantiu também a cobrança de mais abrigos nas paradas de ônibus, conforme definido na reunião, acompanhada também pelo vereador Jaildo dos Rodoviários (PCdoB).

Durante a discussão, Marcos Rotta cobrou também que se faça progressivamente e emergencial a retirada dos ônibus da pista da direita e passem a utilizar a Faixa Azul, no sentido de desafogar o trânsito nas principais vias da cidade. “Precisamos colocar ordem no sistema de transporte público, porque, embora a prefeitura tenha feito a sua parte, que foi de conceder o reajuste da tarifa, os empresários ainda estão distantes na qualidade dos serviços oferecidos à população”, disse Rotta.

COMPARTILHAR