O Pré-candidato a presidência o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) visitou no último dia,1, o segundo consecutivo marcado por tiroteios na Cidade de Deus, comunidade pobre na Zona Oeste carioca .

“Não ouvi nenhum tiro”, disse o deputado. “Foi tranquilo. Eles me receberam muito bem. Fui dar o meu apoio. Aqui no Brasil, a polícia não tem autoridade, é muito diferente da Europa, por exemplo. Aqui, ela é escanteada, acusada, trabalha em péssimas condições.”

De acordo com a sua equipe, Bolsonaro voltava de um compromisso em Bento Ribeiro, na Zona Norte, e “parou para ver o que estava acontecendo” na Cidade de Deus, por volta das 11h. Poucas horas antes, um tiroteio na Linha Amarela, próximo à Cidade de Deus, havia fechado a via.

Ao chegar à UPP, Bolsonaro foi saudado por policiais militares ao estilo militar, com continências. Alguns agentes o chamaram de “chefe”. Em fotos que circularam nas redes sociais, o presidenciável aparece ao lado de PMs que portavam fuzis, dentro da base.

 

Fonte: O Dia

COMPARTILHAR