A presidência da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) realizou na quinta-feira (9), a segunda de uma série de reuniões a serem organizadas com os segmentos da indústria e do comércio locais, idealizada pelo presidente David Almeida (PSD). No início da semana, o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas, Ralph Assayag esteve na Casa. E nesta quinta, foi a vez do presidente da Associação Amazonense dos Supermercados (Amase), Marcelo Gastaldi, apresentar o cenário desse setor econômico e apontar vias de crescimento e geração de renda.

O presidente David Almeida pretende através dos encontros fomentar pautas positivas para serem executadas ou sugeridas ao poder público, de maneira que cada segmento econômico possa contribuir com o desenvolvimento do Estado e o Poder Legislativo dê legitimidade às sugestões e propostas.

“Nós precisamos ouvir aqueles que geram emprego e movimentam a economia do Estado para mostrar que podem contar com a nossa ajuda. A Assembleia Legislativa tem esse papel de ser um interlocutor da população com o Executivo e sugerir gestões necessárias para atingir o crescimento da economia com arrecadação e geração de empregos”, destacou o deputado.

Na reunião, o presidente da Amase, Marcelo Gastaldi, explicou que o apoio do Poder Legislativo é mais um reforço para impulsionar a economia local. “Eu agradeço o convite do presidente da Aleam e posso dizer que o pior já passou. Já começamos a ver um crescimento da nossa economia e estamos otimistas para que nesse fim de ano possamos voltar ao topo. Para isso iremos buscar mais eficiência e condições comerciais melhores”, apontou.

Ao final da reunião, o primeiro-secretário da Mesa Diretora, deputado Platiny Soares, definiu como “positivas” as contribuições da Amase e acredita que em breve a população vai sentir o efeito das pautas positivas elaboradas na Aleam. “Conhecendo as necessidades de cada segmento, vamos buscar soluções para a geração de emprego e assim, impactar diretamente a vida da população amazonense”, demonstrou.

Já estão previstas também reuniões com a Associação Comercial do Amazonas, Fieam, Cieam e todas as entidades da sociedade organizada envolvidas na geração de emprego, na distribuição de renda e investimentos.

COMPARTILHAR