Home / Curiosidades / 5 coisas simples que esquecemos sobre as crianças

5 coisas simples que esquecemos sobre as crianças

Qual a maior dificuldade em ser criança? É o não saber? O não conhecer? Não poder tomar suas próprias decisões? O que você se lembrar da sua infância? Você gostaria que “as suas crianças” tivessem a mesma infância que você teve? O que você pode fazer para mudar?

capa-861

Mesmo que você não tenha filhos, mesmo que pretenda nunca ter, as crianças são, literalmente, nosso futuro, por isso devemos nos preocupar (sim!) com elas. Nós aqui da Fatos Desconhecidos já falamos algumas vezes sobre crianças, como em: 14 brinquedos que todas crianças dos anos 80 e 90 já desejaram ganhar no Natal; 7 imagens que mostram medos de crianças x medos de adultos; 8 crianças prodígio que tiveram vidas extremamente trágicas.

Precisamos lembrar que não temos o intuito de criticar, julgar, muito menos impor verdades absolutas. Nosso objetivo é único e exclusivo de informar e entreter. Por isso, o conteúdo dessa matéria se destina a aqueles que se interessarem e/ou identificarem. Dessa vez, vamos falar um pouco sobre pequenos detalhes que esquecemos sobre as crianças, e que deveríamos nos lembrar, sempre. Confira:

1 – Crianças adoram fazer aniversário.

Little girl blowing out birthday candles at party with family and friends

Normalmente, as crianças adoram fazer aniversário, ganhar presentes, comer bolo, etc. As crianças se preocupam com quanto tempo ainda falta para o seu dia. Se sentem amados e adoram a atenção. Nunca devemos miniminizar a importância dos aniversários das crianças. Para elas, o dia do aniversário é o equivalente a um feriado prolongado para nós adultos. Mas eles sabem que aquele dia é só sobre eles.

2 – As crianças são verdadeiras.

02

A questão é que elas não sabem como serem falsas, não fazem ideia do que é uma mentira, pelo menos não até que nós (adultos) mostramos a elas. Por isso, devemos nos policiar ao máximo quando conversamos com elas ou, até mesmo, perto delas. Também, é importante mostrar a diferença entre uma mentira e uma “mentira branca”.

3 – Elas precisam de amigos.

Kids on tree

Alguns pais tem medo que seus filhos se envolvam com más influências e, por isso, acabam preferindo que elas se isolem em casa, na frente de computadores, vídeo-games, tablets, celulares e afins. Bem, a questão não é se entreterem com tecnologias, afinal de contas, é praticamente impossível não estar conectado (de alguma forma) hoje em dia. Porém, elas também precisam aprender a se socializar, a respeitar as pessoas, a se comportarem nas mais diversas situações. Além disso, existem coisas na vida que só os amigos podem apresentar/ensinar.

4 – Somos seus maiores exemplos.

04

Elas vão para a escola, passam tempo com amigos e familiares, mas o maior exemplo que uma criança pode ter é o exemplo daqueles que as educam. No ritmo frenético de nossas vidas, alguns pais se esquecem que é de seu dever e responsabilidade a educação das crianças, jogando para a escola essa tarefa. Enquanto, os professores tem o papel de ensinar, o que é bem diferente. Suas atitudes hoje serão as atitudes delas no futuro.

5 – A vida toda é um sonho.

Little boy with wooden airplane in the field

As crianças não tem medo de sonhar. Sonham em ser astronautas, médicos, professores, proteger os animais, escalar o monte Everest… enfim, os sonhos nunca acabam. Pelo menos até terem uma noção de como é a vida real. Quanto mais envelhecemos, mais nos esquecemos de sonhar, e acabamos por precisar ser lembrados disso. Coisa que nunca deveria acontecer, pois sonhar é um privilégio. Por isso, não devemos, nunca!, impedir que as crianças sonhem; ou estragar seus sonhos.

As crianças nos lembram que devemos ser nós mesmos. Por vezes esquecemos de lhes dar atenção, mas não apenas, de olhar para nossa criança interior, que está ali, mesmo que dormente.

Fonte: www.fatosdesconhecidos.com.br

Publicidade de Exemplo

About PORTALDOAMAZONAS.COM

Veja Também

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Publicidade de Exemplo